pre parto, gravidez, pos parto

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

mamã tranquila

Vamos falar de preparação para o parto, parto, recém-nascido e todo o tipo de assuntos relacionados com este tema...

mamã tranquila

Vamos falar de preparação para o parto, parto, recém-nascido e todo o tipo de assuntos relacionados com este tema...

Massagem Perineal


Mamã Tranquila

26.03.18

como-fazer-uma-massagem-perineal-1.jpg

Massagem perineal, é ainda um assunto pouco falado na preparação para o parto. No entanto, cada vez mais as grávidas que procuram um parto mais natural, começam a estar mais atentas e a utilizar cada vez mais esta técnica, de forma a trabalhar a regiao perineal para a passagem do bebé, prevenindo as lacerações e impedindo a episiotomia.

Mas afinal o que é?

É um tipo específico e delicado de massagem realizada na região genital feminina ou, mais especificamente, na região do perineo.

A FAME (Federação de Associações de Parteiras de Espanha) reconhece que a massagem perineal durante a gravidez reduz o trauma perineal (episiotomias e lacerações) durante o parto.

 Embora ao inicio esta técnica possa ser desconfortável ou até difícil de praticar, os seus benefícios são muitos, já que aumenta a elasticidade do períneo, ajuda a evitar e/ou minimizar a presença de trauma durante o parto.

A percentagem de episiotomias que se pratica atualmente supera em muito o aconselhável. Segundo a OMS: “A episiotomia sistemática não é totalmente justificada. Deveriam ser estudados outros métodos de proteção do períneo para virem a ser adotados se foram confirmados válidos”.

As recomendações da OMS dizem que não há evidência clara e demonstrável de que o uso rotineiro da episiotomia tenha um efeito benéfico sobre a mulher e que taxas superiores aos 30% não estão justificadas.

 

Massagem perineal durante a gravidez

A FAME publicou recentemente um documento de consenso para a iniciativa do parto normal. Neste documento reconhece-se que a massagem perineal durante a gestação é efetiva para reduzir o trauma perineal e as episiotomias.

A aplicação da massagem durante o terceiro trimestre de gestação ajudar a esticar e suavizar os tecidos, aumentar a elasticidade do períneo e familiarizar a mulher com a sensação de esticamento, permitindo relaxar mais esta zona durante o parto.

É certo que a aplicação da massagem perineal pode ocasionar desconfortos durante as primeiras semanas, mas estes irão desaparecendo gradualmente. Para evitar esse desconforto, deve iniciar a técnica sem forçar os movimentos dando tempo aos tecidos para que se habituem à massagem. Existem muitas mulheres que têm bastante dificuldade de adaptação à massagem, pelo que é necessário a colaboração do companheiro na técnica, favorecendo assim os períodos de intimidade entre eles.

Não devemos esmerar-nos para realizar uma técnica perfeita da massagem, é bem mais importante a perseverança no seu seguimento. A própria mulher e o seu companheiro verão os efeitos rapidamente, observando como o seu períneo cada vez é capaz de alcançar uma maior distensão dos tecidos com menos desconforto.

 

O lubrificante

A massagem pode ser aplicada com diferentes lubrificantes, os mais utilizados são o óleo de rosa de mosqueta, o óleo de amêndoas doce, óleo de coco e o azeite de oliveira.

massagem oleo (2).png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como se realiza a massagem?

  • Lavar bem as mãos. As unhas devem estar cortadas e limpas.
  •  Esvaziar a bexiga de urina antes de começar. Familiarize-se com o seu períneo. Usar um espelho pode ajudar.
  • Aplicar compressas aquecidas ou realizar a massagem depois de ter tomado duche.
  • Posicionar comodamente. Pode-se optar por estar de cócoras, semi-sentada ou apoiada na parede.
  • Se realizar automassagem é mais fácil utilizar o polegar. Para o companheiro o mais provável é ser o indicador ou o anelar. Lubrifique os dedos com um óleo antes de começar.

Como fazer

- Introduzir os dedos na vagina 3-4 cm, pressionando para baixo e para os lados da vagina com um movimento giratório firme e delicado, esticando a zona até que sinta uma leve sensação de ardor. Com a continuação deslize o dedo da vagina para fora e vice-versa, mantendo uma ligeira pressão durante alguns minutos.

- Colocar os dedos na entrada da vagina e realize uma pressão para baixo durante dois minutos ou até que se sinta desconfortável. Isto ajudará a imaginar a pressão que a cabeça do bebé exercerá.

- Depois pegue esta zona entre o dedo polegar e os opostos, como se fosse uma pinça, e realize um movimento de vaivém de um lado para o outro, para esticar o tecido da entrada da vagina e a pele do períneo. Realize este movimento durante 2-3 minutos.

Para terminar, mantendo os dedos na mesma posição, realize esticamentos de dentro para fora abrangendo a zona inferior e lateral da vagina e a pele do períneo, durante 2 minutos. Isto ajudará a relaxar a zona.

A frequência da massagem será de 3 vezes por semana durante 10 minutos. Deve ser realizada pelo menos 3 semanas a partir da 34ª semana de gestação.

massagem imagem.jpg

Deixo-vos também alguns videos explicativos

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D