pre parto, gravidez, pos parto

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mamã tranquila

Vamos falar de preparação para o parto, parto, recém-nascido e todo o tipo de assuntos relacionados com este tema...

mamã tranquila

Vamos falar de preparação para o parto, parto, recém-nascido e todo o tipo de assuntos relacionados com este tema...

Contrações


Mamã Tranquila

11.04.18

v4-728px-Time-Contractions-Step-8-Version-3.jpg

Uma dúvida normal nas mães de primeira viagem é: como são as dores de uma contração e medidas que ajudam a identificar esse momento. Essa preocupação vem à tona principalmente depois de completar 40 semanas de gravidez.

A contração é uma sensação de aperto e relaxamento do útero, pode ser acompanhada de dor ou apenas um leve incômodo. A movimentação ocorre com o objetivo de dilatar as paredes uterinas e ajudar a “empurrar” o bebê para o canal do parto.

 

 

As contrações acontecem em intervalos irregulares ao início, tornando-se regulares e cada vez com intervalo de tempo mais curtos, ficando mais intensas conforme o tempo passa. Muitas vezes, com a aproximação do trabalho de parto, as contrações podem ocorrer a cada 10 ou 20 minutos.

A dor pode ser sentida na região lombar das costas, muitas vezes acompanhada de uma cólica parecida com a pré-menstrual.

Contrações do trabalho de parto 

  • Mais compridas: a barriga fica dura por mais tempo
  • Mais regulares
  • Mais doloridas
  • Não param de vir. Cada uma que vem é mais forte que a outra, e o intervalo entre elas vai ficando cada vez menor
  • Não melhoram se mudar de atividade
  • Atingem a barriga inteira e às vezes as costas
  • Não dependem da posição ou da movimentação do bebê

contraçao.png

 


O ritmo é o mais importante, sempre que perceber que está tendo várias contrações, marque o horário, para acompanhar o intervalo entre elas .

 

511

Contrações de 5 em 5 minutos com duração de 1 minuto durante 1 hora

 

Podemos ir para o hospital…

Dilatação


Mamã Tranquila

10.04.18

Fases do trabalho de parto

Considera-se que o trabalho de parto (TP) se divide em três períodos:

 

  • O primeiro período (dilatação) estende-se desde o início da contratilidade regular até à dilatação completa do colo do útero (cérvix).

 

  • O segundo período corresponde à descida e expulsão do feto (período expulsivo).

 

  • O terceiro período (dequitadura) estende-se do nascimento do feto até à expulsão da placenta e membranas.

 

 

duraçao TP.jpg

 

O primeiro período divide-se habitualmente em duas fases:

 

Fase latente, desde o início do trabalho de parto até cerca dos 3-4 cm de dilatação do colo, e Fase ativa, desde esse momento até à dilatação completa.

 

O trabalho de parto espontâneo é antecedido por uma etapa que pode ser designada por período pré-parto, que decorre nos dias (ou semanas) que antecedem o início da contratilidade regular e dolorosa.

Nesses dias pode surgir contratilidade uterina irregular, normalmente desconfortável mas não dolorosa, sensação intervalada de pressão pélvica, casualmente com aumento do corrimento vaginal de tipo mucoso por vezes acastanhado (que corresponde à expulsão do chamado “rolhão mucoso”).

 Ao toque, o colo do útero encontra-se amolecido e encurtado, vai-se alinhando para a entrada da vagina e, por vezes, permite a introdução de um dedo do médico ou enfermeiro.

 

Importante referir, que em termos de TP, ele só começa verdadeiramente quando temos o colo do útero apagado e se inicia a dilatação. Por isso é que muitas vezes já temos contrações dolorosas e vamos para o hospital e dizem para voltarmos para casa, ou ir andar mais um bocado…

A evolução do TP varia de acordo com a paridade da grávida, ou seja, nas nulíparas (grávidas que nunca tiveram filhos) o apagamento (encurtamento) do colo do útero dá-se antes do início da dilatação.

Ao contrário, das multíparas (grávidas que já tiveram pelo menos um filho) o apagamento e a dilatação do colo são simultâneos, pelo que é vulgar estas mulheres já terem o colo permeável a 2-3 dedos mas ainda sem apagamento completo do canal cervical.

Em qualquer dos casos, o período expulsivo só se inicia quando o colo está completamente apagado e a dilatação está completa, isto é, o colo já não se interpõe entre a vagina e a apresentação fetal.

Em resumo, podemos dizer que num primeiro parto pode ter uma duração de 10 a 18h, pensando que cada cm de dilatação corresponde a uma hora. Num segundo parto todo este processo pode ser mais rápido passado a 6 a 10h. No entanto, varia sempre de mulher para mulher e do seu controlo durante o TP…

 

 

Caminhar para o dia D


Mamã Tranquila

20.03.18

Com o passar das semanas, a contagem decrescente começa, principalmente quando chegamos ás 36 semanas. Começamos a ficar um pouco mais ansiosas e por vezes desejosas que chegue logo dia de conhecermos o nosso filho. No entanto, ficamos sempre com dúvidas quais são os sinais que nos faz levar ao hospital.

Aconselho todos os futuros papás a conhecer o hospital onde vão parir, além de conhecer fisicamente o espaço ficam a saber onde se dirigir e todos os procedimentos a realizar, desta forma é menos um factor que criará ansiedade.

Os sinais de parto, podem aperecer em separado ou em simultaneo, senso assim:

Lista-Maternidade-01.jpg

 

Um mês antes do parto, o seu corpo começa a preparar-se para o grande dia.

Ao saber quais os primeiros sinais e sintomas, saberá que a hora de conhecer o seu bebé está próxima.

 

São eles:

 

  • EXPULSÃO DO ROLHÃO MUCOSO – é a eliminação de um muco gelatinoso

rosado ou acastanhado. A sua expulsão, pode acontecer dias ou/e horas antes do trabalho de parto.

Por si só não é um sinal, que a leve de imediato ao hospital. No entanto ficamos atentos, pois não vai tardar muito. 

 

  • ROTURA DA BOLSA – saída do liquido amniótico, devido à ruptura das membranas. Pode ser pouco ou abundante. Deverá ter uma cor transparente. Nesta situação, devem dirigir-se ao hospital num intervalo de mais ou menos 2 horas. Dando tempo para se organizarem com tranquilidade

 

NOTA: se o liquido tiver cor, deve dirigir-se de imediato para o hospital.

 

  • CONTRAÇÕES UTERINAS REGULARES – começa-se por sentir a barriga rija com dor associada, ficando mais regulares, intensas e próximas. Deve contabilizar os intervalos das contracções e quando estas tiverem intervalos 5 em 5 minutos (tendo em conta a distância que estão do hospital), deve dirigir-se para o hospital. Se ajudar podem lembrar-se deste número 511, corresponde a:

contrações de 5 em 5 minutos, com duração de 1 minuto durante 1 hora

 

Tendo conhecimento dos sinais, de certo que quando o grande dia chegar, vão estar preparados para finalmente conhecer o novo membro da familia.

parto dia.jpg

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D